A SPDM - Associação Paulista Para o Desenvolvimento da Medicina constitui-se em uma associação civil, de natureza filantrópica, reconhecida como entidade de utilidade pública Federal, Estadual e Municipal.

A atuação da SPDM/Hospital São Paulo na saúde indígena, em conjunto com a Escola Paulista de Medicina, atual UNIFESP no Parque do Xingu, acontece desde 1965 desenvolvendo trabalhos assistenciais, formação profissional, promoção de saúde e pesquisas. O trabalho abrange o Ambulatório do Índio e o Hospital São Paulo, referência nacional em atenção à saúde das populações indígenas. A SPDM possui experiência em projetos de intervenção, avaliação e promoção da saúde com indígenas do Rio Negro (AM), São Paulo (Guarani) e Mato Grosso (Parque indígena do Xingu, Aldeia Wederã – TI  Pimentel Barbosa do povo Xavante ).

Coerente com a sua missão a SPDM/Hospital São Paulo/Saúde Indígena  é, desde 2011, parceira através de convênios da Secretária Especial de Saúde Indígena – SESAI para execução de ações complementares de atenção a saúde indígena inicialmente em 14 Distritos Sanitários Especiais de Saúde Indígena – DSEI e, desde janeiro de 2014 com 9 Distritos.




Missão SPDM/Hospital São Paulo/Saúde Indígena
Contribuir para o fortalecimento do Subsistema de Atenção à Saúde Indígena.
          
Valores
Interculturalidade
Acreditar no protagonismo indígena
Compromisso social
Transparência
Humanização

 

 Os convênios da SPDM (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina) são executados nos seguintes distritos:

 

02 – DSEI ALTAMIRA
08 – DSEI ARAGUAIA – GO/MT/TO
11 – DSEI CUIABÁ - MT
12 – DSEI GUAMA – TOCANTIS – MA/PA
14 – DSEI KAYAPÓ DO MATO GROSSO - MT/PA
15 – DSEI KAYAPÓ DO PARÁ – PA
25 – DSEI XINGU – MT
29 – DSEI RIO TAPAJÓS – PA
33 – DSEI XAVANTE – MT